sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

5070 casos de coronavírus em 60 países fora da China, com 79 mortes, mas nenhuma medida concreta da OMS enquanto a China promove seus cidadãos a viajar!

28 de fevereiro de 2020 há 5 minutos
Editorial: 

A partir das 21h, horário de Bangkok, sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020, agora existem 5.070 casos infectados confirmados de coronavírus em 60 países fora da China, com 79 mortes registradas até agora e quase um milhão de casos suspeitos em todo o mundo. Espera-se que esses números aumentem exponencialmente nas próximas semanas.
Na China, as autoridades de saúde continuam mentindo relatando apenas 44 mortes e 327 novos casos confirmados hoje, enquanto ocultam os milhares de casos que emergem de prisões, asilos, hospitais de campo e aqueles que foram colocados sob isolamento forçado em suas casas. Mesmo assim, especula-se que dezenas a centenas de milhares de casos anteriores a esses casos tenham sido ocultados pela China. Embora os casos também possam estar aparentemente adulterando, é apenas a pré-fase da epidemia que vimos, apesar do que os especialistas possam dizer. Com o número de reinfecções emergentes e novos dados de algumas das pesquisas mais recentes, a fase epidêmica real começará na China dentro de algumas semanas, de acordo com especulações de certos epidemiologistas e virologistas.

Armado com uma premonição do que está por vir ou eles podem realmente saber algo que não sabemos, a China está agora tentando ansiosamente levar seus cidadãos a viajar e está se opondo a todas as proibições de viagens contra seus cidadãos e o país.

De acordo com um relatório da Reuters ontem, a China ordenou que todos os seus escritórios regionais reabrissem imediatamente a emissão de passaportes e forneçam um serviço rápido a quem deseja mais um passaporte para viajar. https://www.reuters.com/article/us-china-health-immigration/china-asks-low-risk-coronavirus-areas-to-resume-visa-passport-services-idUSKCN20L0JI )

Por que a China estaria pensando que emissão de passaporte é uma prioridade?

Basta ser politicamente correto e ser educado! O que há de errado em admitir os fatos? O coronavírus se originou da China e a disseminação global foi o resultado dos irresponsáveis ​​funcionários do governo chinês que não controlaram a disseminação a tempo e, conscientemente, permitiram que seus cidadãos viajassem para outros países para causar a disseminação.

Os cidadãos chineses, muitos que sabiam que estavam infectados ou sobre a presença do coronavírus, se comportaram de forma irresponsável e espalharam o coronavírus para outros países. É um fato e não algumas acusações difamatórias.

Como resultado dos chineses, países como Japão, Coréia, Itália, Irã etc. estão tendo milhares de indivíduos infectados sofrendo enquanto muitos estão morrendo. Sim, o vírus não discrimina, mas o fato é que o povo chinês foi o vetor humano que espalhou a doença em todo o mundo. Se a China impusesse restrições às pessoas de viajarem quando a primeira epidemia eclodisse, o mundo não estaria na situação em que se encontra.

Logo, o mundo estará passando por mais dificuldades e desacelerações econômicas por causa dos chineses. Muitas pessoas serão incomodadas, perderão empregos, não terão dinheiro ou comida e até adoecerão em seus países de origem por causa do irresponsável governo chinês.

Até o momento, a liderança chinesa nem se desculpou com o mundo ou seu próprio povo por ser irresponsável, mas, ao contrário, continua se comportando de maneira arrogante.

Não estou promovendo discurso de ódio aqui, pois tenho muitos amigos chineses e realmente gosto da China, mas admitimos os fatos, especialmente os que dizem respeito ao governo, não às pessoas.

Também não consigo descobrir por que entidades americanas e européias, como Facebook, CNN, New York Times, BBC, AFP, Reuters, AP, estão jogando esse jogo politicamente correto quando são feitas críticas à China e à OMS por não impedir a disseminação de informações. o coronavírus. Eles próprios não têm permissão para operar na China e, no entanto, censuram as críticas à China e à OMS ou a rotulam como notícias falsas ou desinformação. As pessoas e o público devem tomar nota disso.

Até o momento, não houve medidas concretas da OMS que gastam indiretamente o dinheiro dos contribuintes de vários países em viagens e briefings de imprensa, sem medidas concretas, mas apenas lixo verbal que sai de suas bocas e tweets.

Os protocolos de vacinas, medicamentos e pesquisas podem ser efetivamente coordenados por entidades como o ECDC, CDC, NHS, NIH, etc., sem a necessidade de uma entidade como a OMS.

Os EUA sob o governo Trump já são um país que já considera a OMS como uma perda de tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

COVID-19 Ervas: fitoquímicos ácido elágico, ácido gálico, punicalagina e punicalina extraídos de cascas de romã podem inibir o vírus SARS-CoV-2

 Fonte: COVID-19 Herbs, 23 de novembro de 2020 Ervas COVID-19 : Em uma nova pesquisa realizada por cientistas da faculdade de medicina da ...