domingo, 14 de setembro de 2014

           Percebemos que... Não somos apenas nós que temos uma interpretação singular, a respeito da saúde brasileira! E, esperamos estar errados, mas, até o momento é triste as previsões sobre o ebola no Brasil!

A vinda do ebolavírus tende a tomar o mesmo caminho que a AIDS, por conta da entrada de estrangeiros aos montes através do mediterrâneo, fazendo com quê, em breve haja noticias do ebola na Europa!    E não tardará as mães chamarem seus filhos de volta!  E com eles tudo poderá acontecer! Não vemos como a Europa resistirá por muito tempo, temos um aumento considerável de brasileiros voltando definitivamente! Já imaginamos o porquê deste súbito regresso... Medo! 

Já em 2011 os refugiados africanos chegavam aos milhares na Itália, imagine agora com o ebolavírus  os impulsionando!

Notícias já de 2011/Itália.
De modo simultâneo à chegada das embarcações, as autoridades italianas transferem os imigrantes ilegais que já estavam na ilha por navio ou avião a centros de assistência humanitária de outros lugares da Itália, pois o de Lampedusa permanece fechado há dias.
"Apreciamos que os imigrantes tenham sido amparados em território italiano e esperamos que continue sendo assim, mas, ao mesmo tempo, surpreende que, em tal situação de emergência, um centro de auxílio para acolher milhares de imigrantes como o de Lampedusa não esteja disponível", diz Laurens Jolles, representante regional do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), em declarações ao diário "La Repubblica" neste domingo.
Para discutir a situação, o delegado do Governo em Palermo (Sicília), Giuseppe Caruso, nomeado no sábado comissário extraordinário para a emergência humanitária, convocou para este domingo uma reunião na capital siciliana com representantes das forças da ordem e da Defesa Civil.
Por enquanto, o êxodo em massa de imigrantes tunisianos rumo ao litoral italiano já deixou um morto e um desaparecido, após o naufrágio de uma embarcação no sábado.

http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI210823-15227,00.html


Já há três dias no Brasil... 

Com medo do ebola, PF no Acre quer equipe da Saúde na fronteira


'A imigração está sendo feita de forma indiscriminada', diz sindicato da PF.
Equipe do Ministério da Saúde foi enviada ao Acre e avalia situação.

Dos 450 imigrantes instalados até esta quarta-feira (10) no abrigo em Rio Branco, 80 são senegaleses, 22 dominicanos, 1 nigeriano, 1 colombiano e os demais haitianos. Segundo a Secretaria Estadual de Direitos Humanos do Acre (Sejudh), os estrangeiros saem de Dacar, capital do Senegal, fazem escala em Madri, na Espanha, e depois seguem direto para Quito, no Equador. Quando chegam em Quito, se juntam aos haitianos e usam a rota pelo Peru para entrar no Acre.
Desde 2011, o Ministério da Saúde presta assistência ao Acre para atendimento aos imigrantes que chegam ao estado. Em parceria com a Sesacre e a Secretaria Municipal de Brasiléia, foi criado o Plano de Ação para o Enfrentamento da Questão da Migração de Haitianos. O plano estabeleceu diversas ações em saúde, na atenção básica, vigilância e atenção especializada.
http://g1.globo.com/ac/acre/noticia/2014/09/com-medo-do-ebola-pf-no-acre-quer-equipe-da-saude-na-fronteira.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Brasil em negociações com os Estados Unidos para excesso de vacinas COVID-19, disse o Ministério das Relações Exteriores

 Fonte: https://www.reuters.com/ 22/03/2021 Pela equipe da Reuters BRASÍLIA (Reuters) - O governo brasileiro está em negociações desde 13 ...